Mais uma vez!


Apesar dos dias complicados que passou, olhou para as luzes, para os grandes edifícios, e decidiu que não seria mais daquele jeito, seria impossível fica alheio a tudo aquilo, seria frio demais não se comover.

Tão lindos, tão lindas, tão doces.

E nada mais era necessário, somente aquele olhar. E lá estava esperando uma resposta, esperando aquela noite passar, aquele pesadelo acabar.
Se colocou em sua pele, admirou a sua coragem, e percebeu que era impossível fugir, se deu por vencido e disse:

-Me dá um abraço!

E assim tudo voltou ao normal.

Mais uma vez...

"...esqueça, as horas nunca andam para trás
todo dia é dia de aprender um pouco
do muito que a vida trás..."
(Paulinho Moska)

1 comentários:

  1. Edgar Borges05/05/2006 17:23

    ei, domingo tem matéria de roraima, com uns jipeiros, no esporte espetacular, fazendo uma trilha pelas áreas indígenas e tal. acorda cedo e vê!

    ResponderExcluir

Não se intimide... comente!
Tenha sua identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade.