Conversa!

-Caramba! Quer dizer então que se não fosse eu você atenderia o celular?

-E se eu estivesse em uma conversa importante?

-Nenhuma das nossas conversas eram importantes? Sempre que estávamos conversando e o seu telefone tocava, você parava para atender.

-E se a conversa estivesse boa?

-Então ta jóia! Com que você estava falando?

-Isso não é da sua conta. Eu tenho a minha privacidade.

-Você não vai me falar mesmo com quem estava falando?

-Não, e pelo que eu saiba, não devo nenhuma satisfação pra você.

Nesta hora lembrou das promessas do dia anterior, as palavras dizendo que nada havia acabado, que não era o fim, que estava tudo bem. E agora, de um dia para o outro tudo havia mudado, tudo estava diferente.

-Ok. Não vou mais te importunar. Vai viver a sua vida. Lembra da história da Menina, da Merendeira e do Pão com carne louca?

-Sim, lembro.
-Então... já tomei a minha decisão. Abraços...

O telefone do outro lado desligou, algumas lágrimas caíram de seus olhos que estavam pesados, e logo dormiu...

...porque já estou cansado
de ser o remédio...

(Peão Carreiro)

7 comentários:

  1. Rafael Carvalhêdo18/07/2008 09:22

    Bacana, esse texto! Realmente muita gente sai perdendo por puro orgulho. São pessoas que não conseguem olhar pra si com sinceridade, orgulhos.

    Acho triste isso!

    ResponderExcluir
  2. lembrou uma conversa entre eu e minha ex-namorada...
    é bom, porque a gente axa que só acontece conosco, mas é mais comum do que parece ser

    parabens... vc transformou uma cena do cotidiano em um ponto de debate...

    ResponderExcluir
  3. DuDu Magalhães18/07/2008 09:52

    Não seja o remédio, seja a doença!

    ResponderExcluir
  4. ::: Luiz AOR :::18/07/2008 10:44

    legal o texto..

    valeu pelo comentario...

    passe la mais vezes..

    e boa sorte na profissão..

    abraço

    ResponderExcluir
  5. Tânia Defensora18/07/2008 16:07

    Oi Ronaldo!
    Que conversa esquista de gente estranha?!?
    Vim te agardecer pela visita.
    Lindo seu template.
    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Beijos de Londres.
    Daniel
    www.sembolso.blogspot.com

    ResponderExcluir

Não se intimide... comente!
Tenha sua identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade.