Mesmo assim!


Já não lembrava muito da data, mas o acontecido ainda estava claro em seu coração, ainda havia a dor e a saudade, o vazio e a falta, mas... estava mais brando.

Agora ele queria aproveitar, se divertir, viver.

E o outro o queria, e ele queria o outro, mas não queria querer-lo

Trabalhava, treinava, estudava... seu tempo andava curto, já não tinha nem mais tempo para vê-lo... mas arrumava tempo.

Novos amigos, velhas aventuras, velhos amigos, novas aventuras.

Conversas, ligações, textos, e-mails.

Tudo passa depressa, quase não via, e ao mesmo tempo tudo o que se via era guardado em sua mente em seu coração.

A oferta foi feita, a propaganda anunciada, era o que queria, mas mesmo assim, tinha suas dúvidas.

No final, só resta a decisão. E esta, mesmo com todas as conversas, todos os e-mails, todos os conselhos e etc., ele vai ter que tomar sozinho, arcando com todas as conseqüências.

...se tudo está certo
mesmo assim a incerteza existe...
(Rosa de Saron)

7 comentários:

  1. MARAVILHOSO!!!!!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pela visita e elogios lá no blog.

    E com a dica do feed, já assinei.

    abraço,

    ResponderExcluir
  3. É... e você sempre com essa verve talentosa de, em poucas palavras, dizer tanto.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo bloggg

    ResponderExcluir
  5. Carol Rodrigues30/08/2008 00:16

    tomara que ele tome a melhor decisão, então
    ;-)

    ResponderExcluir
  6. O velho dilema: emoção X razão!
    Escolhas, escolhas e mais escolhas, é que temos garantido na vida!

    ResponderExcluir
  7. São nessas horas que chega o medo e mais dúvidas, mas se não arriscar não saberá como foi.

    Muito bom teus textos, parabéns.

    ResponderExcluir

Não se intimide... comente!
Tenha sua identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade.